projeto visa isentar profissionais de serviços essenciais do pagamento durante calamidade pública