Pesquisa aponta que carreira e salário são maiores frustrações de quem se demite