Economia

Bitcoin atinge menor nível em 18 meses



O bitcoin, uma das principais criptomoedas do mundo, sofreu mais um recuo nesta segunda-feira (13) e atingiu seu menor nível em 18 meses, alcançando US$ 23.476 (R$ 116,9 mil). O ether caiu até 16%, para US$ 1.177 (R$ 5.864), o menor valor desde janeiro de 2021.

Isso aconteceu após o banco de criptomoedas Celsius Network congelar saques e transferências citando condições “extremas”, no mais recente sinal de como a turbulência do mercado financeiro está causando problemas na esfera de ativos digitais.

A ação da Celsius desencadeou uma queda nas criptomoedas, com o valor delas caindo abaixo de US$ 1 trilhão (R$ 4,9 trilhões) nesta segunda-feira pela primeira vez desde janeiro do ano passado, arrastadas por uma queda de 11% do bitcoin, que atingiu seu menor índice em meses.

A Celsius Network oferece produtos com juros para clientes que depositam criptomoedas em sua plataforma e, em seguida, empresta os ativos digitais para obter um retorno.

A fintech disse que congelou saques e transferências entre contas, “para estabilizar a liquidez e as operações enquanto tomamos medidas para preservar e proteger os ativos”.

“Estamos tomando essa ação hoje para colocar a Celsius em uma posição melhor para honrar, ao longo do tempo, suas obrigações de saque”, disse a empresa.

Sem regulamentação

O aumento do interesse em empréstimos de criptomoedas levou a preocupações dos reguladores, especialmente nos Estados Unidos, que estão preocupados com as proteções dos investidores e os riscos sistêmicos de produtos de empréstimos não regulados.

As empresas de criptomoedas como a Celsius, que oferecem serviços semelhantes aos de bancos, estão em uma “área cinzenta” da regulamentação, disse Matthew Nyman, do escritório de advocacia CMS. “Elas não estão sujeitas a nenhuma regulamentação clara que exija divulgação”, disse sobre seus ativos.

O presidente-executivo da Celsius, Alex Mashinsky, e a Celsius não responderam imediatamente aos pedidos da Reuters para comentários fora do horário comercial dos Estados Unidos.

A Celsius levantou US$ 750 milhões (R$ 3,7 bilhões) em financiamento no final de novembro de investidores, incluindo o segundo maior fundo de pensão do Canadá, Caisse de Dépôt et Placement du Québec. A Celsius foi avaliada na época em 3,25 bilhões (R$ 16,1 bilhões).

Em 17 de maio, a Celsius tinha US$ 11,8 bilhões (R$ 58,7 bilhões) em ativos, segundo informações do site da companhia, uma queda de mais da metade em relação a outubro, e processou um total de US$ 8,2 bilhões (R$ 40,8 bilhões) em empréstimos.

Mashinsky foi citado em outubro do ano passado dizendo que a Celsius tinha mais de US$ 25 bilhões (R$ 124,5 bilhões) em ativos.

O site da empresa, que incentiva os clientes a “ganhar alto. emprestar baixo”, disse que oferece taxas de juros de até 18,6%.

O banco rival de criptomoedas Nexo disse na segunda-feira que se ofereceu para comprar os ativos pendentes da Celsius.

“Entramos em contato com a Celsius no domingo de manhã para discutir a aquisição de sua carteira de empréstimos garantidos. Até agora, a Celsius optou por não se envolver”, disse o cofundador da Nexo, Antoni Trenchev.

A Celsius não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre a oferta da Nexo.

Com informações da Folha de S. Paulo e Reuters



Fonte: Portal Contábeis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.